Cada agulha com seu tecido!

Cada agulha com seu tecido!

Para cada tipo de tecido, existe uma agulha e linhas específicas na máquina de costura para que os fios não sejam danificados, os pontos fiquem perfeitos e não estrague a própria agulha. Para ajudar em suas criações, neste post vamos falar sobre a malha e o tipo adequado de agulha para costurá-la. Se joga!

Seja maleável

A malha, diferente dos tecidos planos, é composta por fios têxteis, todos entrelaçados na mesma direção – a horizontal -, tanto na trama quanto no urdume, e possui, por isso, a elasticidade necessária para criar peças confortáveis. Por ser bastante maleável, a malha é leve e com estrutura simples, com o tecimento bem parecido com o do tricot, em forma de laçadas que passam umas por dentro das outras.

Para serem costuradas, as laçadas se sustentam entre si e são livres para se moverem umas sobre as outras quando submetidas à tensão, tanto na largura quanto no comprimento, o que caracteriza a flexibilidade e a modelagem da malha, além da porosidade.

A agulha certa

Em um processo de tricotagem, o principal elemento é a agulha, que busca os fios e os entrelaça de forma ágil e precisa. Existem diversos tipos de agulhas, uma específica para cada tipo de tecido. Para as malhas e também tecidos strech, a agulha de ponta arredondada, chamada de ball point e ponta bola, é a ideal para costurar porque desliza entre os fios ao invés de espetar, além de serem necessárias em malhas que estragam quando um fio se parte.

A partir do momento em que se sabe qual a melhor agulha para o tecido, o próximo passo é saber o tamanho, e no caso da agulha de ponta arredondada, para as malhas deve-se usar entre os tamanhos 9 e 16, sendo o 14 uma ótima opção; quanto maior a agulha, mais arredondada será a ponta. O tamanho é muito importante, mas o modelo da máquina também faz toda a diferença para costurar a malha da melhor maneira possível, lembrando que também é essencial usar uma nova agulha a cada projeto para ter resultados cada vez melhores. Todas as agulhas do tipo ponta bola são feitas para costura em tecidos ou materiais similares, como a malha, mas em alguns casos elas podem ser usadas para a costura de couros leves.

 

 

1 – ponta fixa
2 – ponta bola
3 – ponta bola fixa

 

 

 

Existem vários tipos de teares para malha, como por exemplo o retilíneo e o circular, e por causa dessa variedade outras agulhas também são utilizadas. Dentro das categorias de teares, as agulhas podem ser divididas em agulhas de prensa ou de mola, que foi a primeira a ser criada especialmente para a malharia; as agulhas de lingueta, que são autossuficientes para formar a laçada; e as agulhas compostas, que têm uma haste de metal com um gancho na extremidade e são utilizadas na área de tecnologia da formação da malha. Geralmente a agulha de prensa é usada para malhas finas e fechadas, as compostas em malharia de urdume e de fitas, e a de lingueta é frequentemente encontrada em máquinas de malharia de trama (circulares ou retilíneas).

Share this article

Leave a comment