Entenda sobre o poliéster: uma fibra muito interessante (e controversa!) do mundo dos tecidos

Entenda sobre o poliéster: uma fibra muito interessante (e controversa!) do mundo dos tecidos

Vamos desmistificar o poliéster? Tem quem ame e quem odeie esse tipo de tecido, mas a gente quer mostrar que sim, o poliéster tem seus contras, e tem os benefícios também, por isso a Terra Têxtil conta tudo para você neste post. Vem com a gente!

Poliéster: de onde vem?

Ninguém pode negar que o poliéster é resistente quando é bem feito, dependendo do tipo da fibra e da qualidade, mas você sabe do que é composto? Nome derivado do PET – politereftalato de etileno, o poliéster tem sua composição de origem sintética, com uma categoria de polímeros que contém um grupo funcional éster na cadeia principal, sendo a maioria termoplásticos. Esse tipo de fibra foi inventada pelos químicos britânicos John Rex Whinfield e James Tennant Dickson, que lançaram o primeiro poliéster chamado de terylene, em 1941. Logo em seguida, durante os anos 1960, a produção de fibras manufaturadas se acelerou devido à contínua inovação no mercado, alcançando cerca de 30% do consumo americano, e fibras como o poliéster passaram a ser revolucionárias por oferecerem mais conforto, por brilhar mais e por ser muito mais resistente, característica essa que é o que diferencia esse tecido dos demais.

blog_Poliester_01A partir daí, o poliéster passou a ser um tecido bastante popular e consolidado no mercado, principalmente depois que microfibras foram descobertas e possibilitaram que esse tecido tenha um toque mais suave e natural, com inúmeras aplicações. O material, atualmente, é muito utilizado na produção de tecidos e malhas para camisas, calças, estofados e roupas de cama, e têm como principal diferencial a durabilidade, a retenção de cor e a resistência a rugosidades, sendo misturado com as fibras naturais em algumas confecções de roupas para misturar vantagens dos dois tipos de fibras.

É sintético e tem benefícios sim!

Os tecidos com fibras sintéticas, como o poliéster, a viscose, nylon, raion, acetato, acrílico, poliamida e elastano, têm a capacidade de secar mais rápido, amassam pouco, são mais leves, algumas fibras esticam, conseguem manter a cor por mais tempo e normalmente são tecidos mais baratos. Porém, temos que ressaltar também alguns pontos negativos, lembrando que eles existem ou não de acordo com a qualidade do tecido, como a facilidade de dar bolinha por causa do atrito, de esquentar muito, de provocar cheiros desagradáveis por não deixar o calor passar (aumentando assim a produção de suor) e de serem mais frágeis a movimentos bruscos e calor.

blog_Poliester_02

A praticidade dos tecidos sintéticos é um dos principais pontos a favor, e a resistência chama a atenção quando comparados aos de fibras naturais e orgânicas, considerando ainda que podem, através das fibras especiais, proporcionar um toque mais sedoso, sendo versátil e de ampla utilização. Ao ser lavado, o poliéster seca muito mais rápido e quase não fica amarrotado, o que é uma vantagem quando fazemos a mala, por exemplo, e faz toda a diferença chegar no destino com as roupas prontas para serem usadas, além de serem ideais para proteger do frio durante o Inverno.

Os stylists e consultores de estilo dão a dica de, quando for comprar uma roupa, ficar de olho na etiqueta e escolher o tecido que mistura poliéster com alguma fibra natural, como o algodão, para combinar suas vantagens e, ao mesmo tempo em que é mais fresca e não causa mau odor, é resistente e não amassa tanto. É bacana também, ao observar a etiqueta, conferir os cuidados com a peça para lavar e passar, o que pode ser relevante para o seu investimento.

blog_Poliester_03Com a evolução da tecnologia no tratamento e propriedade das fibras, o poliéster está se tornando o queridinho dos estilistas por estar cada vez mais fino e delicado, com extrema elasticidade e espessura reduzida, perfeito para se adequar às tendências da moda, principalmente por ser impermeável.

Tem uma opinião sobre poliéster ou quer contar alguma experiência que teve com esse tecido? Comente neste post que a gente vai adorar saber 😀

Share this article

Leave a comment